terça-feira, 15 de agosto de 2006

Cotidiano IV - GRANDE FINAL

É um dos momentos mais esperados desta vida que te escreve. Nunca soube quando iria acontecer, mas tinha certeza de que um dia eu seria agraciado. Esta quarta-feira (16/08/2006) vai entrar na minha história. Será uma viagem diferente de todas as outras. Como sempre, não entrarei na Verde Maria Fumaça dos meus colegas, pois essa oferece uma viagem bem mais longa. O destino será o mesmo. Chegaremos àquele que, como ele, só ele pode ser.

Dezenas estarão comigo, milhares gritarão comigo, milhões vibrarão comigo. A grande final se aproxima a passos lentos e eu não sei se tenho pressa de viver esta emoção. Tenho plena confiança na vitória, mas o receio ainda existe. Deixamos o adversário mais difícil para a última batalha, a mais espetacular disputa de todos os tempos.

Já disse que não estarei sozinho, com corpo na platéia e coração dividido nas armas de onze guerreiros dentro do campo, serei a representação dos meus clãs: a Facos, o Residencial Piratini, a Rádio CDN, a Rádio Universidade, o Comando Outskirts, a ABC. Vou me apresentar ao Exército Vermelho, com fardamento completo e mochila com mantimentos.

Colorado, meu Colorado. Nada vai nos separar. Vou ao teu encontro mais uma vez e sei que tu vais me dar a maior alegria dos meus 20 anos. Contarei esta epopéia aos meus netos, quando estiver aposentado e ganhando bem. Ninguém sabe as mágoas que eu trago no peito, porém vou transformá-las em gritos e apoio para o nosso inédito e maior êxito.

Academia do Povo só tem uma, e ela será a maior força do continente. Vamos lutar, vamos vencer e o inimigo jamais vamos temer. Vou para o Beira-Rio torcer para o time que sou fã e empurrá-lo para a vitória com a minha voz, mais poderosa que o mau agouro dos contrários. Salve Bodinho, Dom Elias e também o Falcão. Salve Tinga, Sóbis e Fernandão.

Se o capitão Clemer erguer a taça da Libertadores, esta cena ficará para sempre na minha memória. Ficará como lembrança dos que lutaram por isso, tempos atrás, e não estão aqui para comemorar conosco. Estará nas imagens eternas dos que ainda virão adorar esta entidade. Vou para a peleia contigo, meu Colorado. Inter é minha Vida, Inter é minha História, Inter é meu Amor.

2 comentários:

.:.Habylee.:. disse...

good luck
good luck
good luck
good luck!!!!!!!!!!

yes! this is a memorable fact!
and yours grandchild will stay bald so listening this felicity!!

kisses,
sometimes I'm red too... I'm gaúcha e isso vale mais que qualquer outra coisa!
vamos lá... pelo RS!

Francieli Rebelatto disse...

Bom sabes que de colorada não tenho nada, e nossas agfinidades são poucas tanto ideológicas, quanto futebolísticas...mas sou tua sub-editora ], heheheh, e por isso precisamos fazer uma dupla super dinâmica como tantas outras vezes..

também estaria sendo falsa se dissese que estou torcendo pelo colorado, mas confesso que admiro teu amor por esse time, e por várias coisas vermelhas, por isso torço pela tua felicidade e se tua felicidade depender do inter ser campeão, a que merda, que ganhe o Internacional então...

beijos e ve se sobrevive, precisamos editar o Zona Norte de veremelho na capa..beijos..meu negão de coração bem vermelho da tau loira que tem sangue vermelho tb, mas não confunda com o sentimento azul que carrego em meus olhos, tão lindo quanto o céu que cobrirá de glória o inter..heheheh..pois fazer o que estas abaixo do céu é fato e o céu é azul e isso não tem como negar...