sexta-feira, 16 de junho de 2006

Cotidiano I - ONTEM

Ontem, revirando uma gaveta de repente, dei de cara com a saudade em minha frente. Era uma fotografia de perfil, ela me olhava. Pois é, parecia já que adivinhava, que jamais daria certo o nosso amor. Parecia que já pressentia a dor, pois no verso uma dedicatória traz: Que eu lhe tenha na memória sempre, sempre, sempre, mas a foto amarelou.

E aquele amor que o tempo engavetou, ao lado de um sachê, me trouxe até ela. O filme que passou "Feliz, Mas Sem Ela". Só hoje que eu pude entender que ontem, revirando uma gaveta de repente, dei de cara com a saudade em minha frente...

Um comentário:

.:.Habylee.:. disse...

pois é... saudade e gaveta... uma dupla bastante comum e quase sempre esquecida...

bjos