sexta-feira, 8 de setembro de 2006

Cotidiano VI – PERDEU, PERDEU, PERDEU

Setembro, sete, 2006 – 5h45min
Velho da Montanha prometeu que não vai beber mais.

Setembro, sete, 2006 – 4h40min
Saio do baile funk, com as mesmas características das festas anteriores. Eu, aparentemente bêbado, desço as escadas do Clube, ando sobre o tapete vermelho e, na porta, estão o Velho e o Deutsch. Como assim o Velho e o Deutsch?

Setembro, sete, 2006 – 1h20min
Entro no baile funk com o Velho e o Deutsch. Estamos visivelmente embriagados com 1870ml de conhaque (menos 200ml, da primeira garrafa, que o Deustch derrubou na Bozzano). Como eu era o menos borracho, guiava os meus amigos. Solicitei que eles chamassem o Hugo e as criaturas se negaram. Não queriam desperdiçar o Presidente. Eu me afastei um pouco no salão, olhei para trás e não vi mais. Os seguranças tiraram eles do baile, mas eu ainda não sabia.

Setembro, seis, 2006 – 22h40min (7°C)
Na parada do Oreco, sobe o Deutsch no Tancredão. Percebi que a garrafa que eu tinha seria pouco para a sede dos meus parceiros. Uma hora depois, chega o Velho e percebe que meio recipiente já tinha ido garganta abaixo. Ele resolve comprar mais um, o Presidente.

Setembro, sete, 2006 – 4h42min
O Velho e o Deutsch ainda não haviam se curado do porre e eu estava mais tonto, após duas loiras geladas e uma morena quente consumidas no baile. Mas como diria o mestre: “Os caras são sujo”. Na porta do Clube, me contaram: Tinham roubado o Velho e o Deutsch na rua, levaram carteira, documentos e tudo mais. Deram um pau e assaltaram meus parceiros enquanto eu estava longe.

Setembro, sete, 2006 – 5h05min
Ao invés de estar no Tancredão, contabilizando os sucessos da noite, estava na delegacia tentando desenrolar a língua para registrar a queixa. Foi um parto dizer Distrito Federal (lembrando que já não falamos mais em Presidente). Resultado: não vão achar os manos que assaltaram, os documentos terão que ser refeitos, além de um exame no corte que o Deutsch levou na mão.

Setembro, sete, 2006 – 6h (3°C)
Peguei o ônibus para a Cohab, cheguei em casa e dormi demais. Perdi o futebol das 11h. Mas não dá nada, o jogo vira.

2 comentários:

Francieli Rebelatto disse...

Que vida desgraciada essa de alcoolatros, sei bem como é essa sensação de no outro dia dizer. Puta merda, larguei dessa praga, mas no outro já não a reprimo mais e me deito sobre mais garrafas...

Como muda de layout, muda e não perde nada???? Mas, preferia o teu de antes, apesar desse ser legal tb

beijos, meu negão e um ótimo final de semana, sem álcool dessa vez, ou ao menos não tanto..qualquer coisa estaremos pelo DCE hj...

.:.Habylee.:. disse...

cruzes!
que bagunça! ou eu q bebi d+??

bjus