terça-feira, 5 de setembro de 2006

Um scrap que virou post

Jornalista do meu Brasil, adoradora do mar, Repórter Fotográfica (com iniciais maiúsculas), bela como o centro de seu sobrenome, parabéns por mais um aninho neste mundo.

O fundo do meu coração lembra que pena que a primavera não é só de flores, nem a vida só de amores. Meus recados não falam de rosas, mas dessa loira com raízes impregnadas no meu modesto quintal.

Não sou seresteiro, nem faço trovas conversando com o luar, mas não deixo de te desejar mais um lindo ano como foi este. Se houver pedras no teu caminho, olhe bem. Podem ser alguns pedaços de carinho te fazendo tropeçar. Quero que a tua felicidade seja do tamanho que tu merece.

Atrás desta prosa em poesia, existe um rosto de mulher, um toque de bruxaria enfeitiçando corações. Meu lampião a meia-luz iluminava minhas recordações de rusgas, brigas e muitas alegrias e outras imagens que já não voltam mais.

Feliz aniversário

(texto em homenagem a uma colega que esteve de aniversário em 03-09)

Um comentário:

Francieli Rebelatto disse...

Te amo , simplesmente...
Poético, bonito...e pra mim...

heheheh, qua alegria...te adoro muito, te cuida meu rapaz, e seja sempre muito feliz...